A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Portugal

músico-escritor de canções, nascido em 1975 na Praia da Barra, Portugal www.myspace.com/jorgecruzpoeira

terça-feira, 31 de março de 2009

O Adeus Às Armas

Este blogue fez um ano há cerca de dois meses atrás. Começou com um propósito e cedo se viu ultrapassado pelo cavalgar dos bons acontecimentos. A música em Portugal já pouco precisa das minhas propagandas. Perdeu o seu contínuo aspecto púbere e anda livre como um adolescente: arrogante, irreverente, cheia de amigos e de planos grandiosos. Havia um rio que esbarrava repetidamente nos mesmos diques de nerds e fufas. Um grupo de colegas tratou de o abalrroar estilo arrastão de gangue. Agora será mais difícil não ouvirem os filhos da música de Portugal que conhecem os seus pais, que os visitam alegremente e já são uns homenzinhos. Resta então (e digo-o sem qualquer aspiração a Otelismos extermínicos) que o Canto dos Papagaios se vá esvanecendo. Não que esse em si nos mereça especial atenção. Mas já era hora de erradicar a vergonha de fazer música portuguesa que a minha geração ajudou a instituir.
Podia agora adoptar um estilo conferência de imprensa do Paulo Bento (jogador) para anunciar o pendurar desta bota. Deixar os meus abraços e beijinhos aos que foram acompanhando estes apontamentos esparsos. Relembrar o meu pai desaparecido com lágrimas nos olhos. Acabar por chorar que nem um menino e deixar-vos embaraçados por terem aqui vindo, como por certo terá acontecido noutras ocasiões que isto de blogues não é propriamente um talento nato em mim como o são a culinária ou a cessação de actividade. A verdade é que o meu pai não só não está no céu como anda a reconstruir casas para eu ocupar com a minha mulher e o meu filho que deverá nascer este Junho. Sim, devo-lhe um quinhão de gratidões, after all.
Bons amigos, a aventura continua com o Diabo Na Cruz quando acabo de descobrir que é mais fácil twittar que bloggar. Estarei eu a perder as minhas maiores qualidades de Velho do Restelo?
As últimas palavras deste blogue serão entregues ao meu amigo Samuel Úria que escreveu um press-release sobre o Diabo Na Cruz de fazer corar o Sylvester Stallone.
TéJá
Jorge Cruz

1 Comentários:

Blogger Ana disse...

A verdade? Sou mais feliz depois de saber da existência da tua musica, depois de saber que boa musica também existe em Portugal escondida nos mais variados locais.
Parabéns pela qualidade e pelo novo rebento que há-de chegar em Junho.

25 de maio de 2009 às 17:03  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial