A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Portugal

músico-escritor de canções, nascido em 1975 na Praia da Barra, Portugal www.myspace.com/jorgecruzpoeira

sábado, 9 de agosto de 2008

Um Regresso

Bem, para dizer a verdade, este blogue tem sido mais ou menos um automóvel estacionado à porta de casa. Entrou Agosto e vim cá espreitar como tudo está. Verifico que não mudo o óleo há 20 mil quilómetros, a correia de distribuição precisa de ser substituída e nada explica o ruído de camião TIR que o bicho faz quando largo a embraiagem. Citando um post antigo: "Este blogue tem um propósito, esse propósito tem um prazo e esse prazo será curto." Digamos que, com o andar dos meses, o propósito perdeu algum sentido, o que não é de modo algum mau sinal. 2008 foi eleito como o ano da revelação. Não de uma mas de diversas realidades. Felizmente, o meu papel no espalhar dessa mensagem tornou-se desnecessário. Os esquilos estão nos bosques, os laços nas floristas, as silvas nos silvados.
Ultimamente:
Não fui ao Festival de Sines. Estive no Alive três horas. Caí no CCB para ouvir o Toumani Diabaté com a sua Simmetric Orquestra e logo à noite devo ver a Mayra Andrade no Barreiro. Dediquei-me a revisitar filmes clássicos americanos estirado na cama tipo Saturday Night Fever, Tootsie ou When Harry Met Sally. Não vi os Bergmans que deram na 2. Fiquei muito mais impressionado com o There Will Be Blood do que alguma vez poderia supor. E obtive a minha 3ª cópia dA Morte de Ivan Ilich com um DN da semana passada.
Por falar em DN, li o destaque atribuído à FlorCaveira e à so called Cena de Lisboa onde se distinguiam 4 ramos: FlorCaveira, AmorFuria, Catadupa e Círculo de Jorge Cruz. Senti-me confuso e lisonjeado por uns minutos, rodopiei em busca das linhas do círculo, não vi nada e achei que já era hora de retomar a grande viagem.
Da música que tenho ouvido merecem destaque: Yeasayer, My Morning Jacket, Salif Keita, Abyssinians, Susana Baca, Charles Mingus, Queens Of The Stone Age e o autor desta melodia:

Aos visitantes em busca de novidades musicais devo anunciar que o Diabo Na Cruz leva um mês e tal de ensaios. Os cúmplices, para já, são João Pinheiro na bateria e Bernardo Barata nas vozes e baixo. 11 canções até ao momento. Trad-Rock é o rótulo que negamos.
Entretanto, estive a produzir os primeiros temas do álbum dOs Golpes (liderados por um tal Manuel Fúria). "A Marcha dos Golpes", "Arraial", "Fogo Posto" e "Tarde Livre III". O resultado é bastante excitante. Tenham-nos em conta. A história de 2008 não ficará escrita sem eles.
Finalmente, a balada "Anda Menina" encontrou o seu habitat natural como banda sonora para um amor adolescente na novela "Feitiço de Amor" da TVi. É de deixar qualquer pai orgulhoso.
Segue o canto de Agosto, Jogos Olimpícos em Pequim, Asa-Deltas no Meco, Brasileiros em Campolide, Ameijoas no Portinho da Arrábida, Anton Tchekov na Planície Dourada, Banhos, Rosas e Poemas. Cada partida, um regresso.

8 Comentários:

Blogger Jorg disse...

Estamos todos à espera desse teu novo trabalho..parab+ens pelo teu trabalho!

12 de agosto de 2008 às 02:55  
Blogger Maia disse...

A ver se desta vez apanho o "Diabo.." que o "Aquiles", já cheguei tarde para o conhecer.

Grande abraço.
Carlos Maia

13 de agosto de 2008 às 11:46  
Blogger Menphis disse...

3 horas no ALive a ver o mestre Dylan. :) Vi-te por lá :)

18 de agosto de 2008 às 02:45  
Blogger Enio Vianna disse...

Faço questão de mostrar meu CD importado de Jorge Cruz que chegou direto de Portugal para o Brasil .
Sucesso sempre rapaz!!!

http://www.flickr.com/photos/eniovianna/2778289876/sizes/l/

19 de agosto de 2008 às 11:37  
Blogger Enio Vianna disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

19 de agosto de 2008 às 11:41  
Blogger Filipa disse...

para quando o próximo concerto de jorge cruz? existem pessoas com "sede" de um concerto ;)

29 de agosto de 2008 às 04:27  
Blogger sei la disse...

procuro por concertos brevemente e não encontro nenhum, poderia dizer-me qual o próximo? ;)

29 de agosto de 2008 às 04:34  
Blogger Mars disse...

Sinto-me lisonjeada por, durante essas três horas, ter tirado duas fotos consigo, ainda que de muita má qualidade de imagem. Por conseguinte, o Senhor Dylan compensou tudo e mais alguma coisa, até os encontrões e o mau posicionamento em relação ao palco.
:)

3 de novembro de 2008 às 07:04  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial